Parábola do sereno

Wolodymir Boruszewski

O sereno, sereno vapor
Se estendeu de madrugada
De manhã a pétala molhada
Destilou n gotas em flor
Veio o Sol e a flor iluminada
Transbordou perfumado vapor