O culpado era eu

















Laerço dos Santos

Defrontando-me com um quadro
Em um madeiro, de braços abertos
O Senhor dos Senhores, humilhado
Sem nenhuma culpa ao Rei do Universo
A mais grave atrocidade aconteceu!
Ele disse: Apontem o meu pecado
Pra remir-nos abraçou lenho pesado
Era Ele o culpado?!!...O culpado era eu"!

E nas santas mãos que lhes encravaram
Com ódio, com frieza, com indignação
Os carrascos soldados ao rei da criação
Cravaram os seus pés na ruz do Calvário.
Sem abrir sua boca, qual Cordeiro sofreu
E esse homem-Deus sofreu pra resgatar
Aos homens, trazendo-os à Deus Jeová
Dando a todos perdão.... "Só nos favoreceu"
Pois só fazia o bem, Mas foi chicoteado...
Era Ele o culpado?! ..."O culpado era Eu"!!!