Lagriminhas (II)

Wolodymir Boruszewski

Clamo então ao meu Senhor:
- Tenha compaixão de mim
Eis que sou um pecador
Mas confio em seu amor sem fim

Eu não se geava ou chovia
Eu só sei que não mais tremi de frio
Nessa noite chorei de alegria
Ninguém me ouvia
Mas Jesus meu Jesus me ouviu

em nome de Jesus, Amém.